Sua indústria está preparada para fornecer marcas próprias?

por Redação Private Label
0 comentário
*Por Marcelo Tortamano

O ano de 2020 já se tornou o “ano das Marcas Próprias”.

MARCELO TORTAMANO – Consultor de negócios especializado em Marcas Próprias e Terceirização

Vivemos um novo momento das Marcas Própria no mercado brasileiro. Redes varejistas, atacadistas e também distribuidores, de diversos segmentos (alimentos, bebidas, perfumaria, limpeza, papelaria, farmacêutico, material esportivo, brinquedos, material de construção, e por aí vai…) aderiram de vez as marcas próprias e exclusivas como estratégia de crescimento de vendas, aumento de rentabilidade, otimização nos processos operacionais e logísticos, isso para citar somente algumas vantagens.

Sim, é certo afirmar que a crise econômica, trazida pela pandemia, trouxe maior participação nas vendas das marcas próprias dentro das vendas totais do mercado. Com maior necessidade em economizar na hora da compra, os consumidores são atraídos por produtos com preços mais em conta, mas ao mesmo tempo esse consumidor continua em busca de qualidade, inovação, saudabilidade e indulgência.

Pensando nisso, os varejistas tem ampliado seus critérios de seleção na hora de definir quem serão seus parceiros fornecedores dos produtos que irão para as prateleiras. É nesse momento que entra o desafio das indústrias que desejam “surfar essa onda” e fechar negócios com grande lucratividade e longevidade também.

Infelizmente a maior parte das indústrias de terceirização ainda não está preparada para esse novo momento. Desenvolver e lançar um produto de marca própria é um processo detalhado que leva de 6 meses a 1 ano para se concretizar.

São diversas etapas e detalhes exigidos, que passam desde o primeiro contato com o cliente para entender a fundo o briefing de desenvolvimento, até a primeira entrega de abastecimento.

Os três pilares fundamentais para o sucesso do projeto é o que eu chamo de aprovação do C.P.A. (Custo, Painel e Auditoria). Praticamente 100% dos varejistas e atacadistas que trabalham com Marcas Próprias utilizam a mesma metodologia para selecionar seus fornecedores.Por isso é tão importante que as indústrias estejam preparadas para terem seus C.P.A.’s aprovados.

Não se trata de uma tarefa fácil, porém não é impossível. Longe disso!

Para adequar sua indústria e torna-la apta a fornecer Marcas Próprias é fundamental ter ao seu lado um profissional experiente que conheça a fundo esse mercado. Como disse antes, existem muitas particularidades e somente quem o conhece bem pode garantir que o resultado aconteça.

Do ponto de vista de negócios é altamente recompensador, posso garantir!

Caso seja a hora da sua indústria “surfar essa onda”, vamos falar!

Fonte: Matorre Consulting

 

 

Compartilhar

Deixar um comentário