Como fabricantes podem fazer negócios no mercado de Marcas Próprias?

Artigo de Jean Pontara

_____________________________

Desde que as Marcas Próprias ou Private Label surgiram dentro do Varejo Nacional, a J Pontara atua orientando indústrias a realizar negócios neste conceito. Eu ministro palestras e treinamentos sobre o tema há mais de 15 anos, inclusive quando poucas empresas no Brasil dominavam o assunto.

Atualmente o segmento está bem mais difundida/difundido no país, o que possibilita os varejistas, atacadistas, distribuidores, importadores e indústrias a terem mais acesso a produtos de alta qualidade neste formato.

E se você ainda tem dúvidas se deve fazer negócios com o mercado de Private Label, saiba que mais de 60% dos consumidores já compraram Marca Própria, num total de 30 milhões de lares brasileiros, o que representa um crescimento de 68% nos últimos sete anos, segundo dados da Feira Private Label Brazil.

10 vantagens para fabricantes fazerem negócios com o mercado de Marcas Próprias 

Vou começar citando algumas das vantagens diretas, tópicos que exploro com mais detalhes nos treinamentos para equipes comerciais sobre o tema.

  1. Previsibilidade de faturamento/recorrência
  2. Baixo custo de equipe comercial
  3. Baixo investimento de Trade/Sell Out
  4. Acesso a grandes redes
  5. Testar canais de vendas como o autosserviço
  6. Testar categorias de produtos
  7. Gerar envolvimento Indústria + Marca
  8. Eficiência de fábrica por volume
  9. Melhoria em processos fabris
  10. Ganhos com a qualidade

Competências para ser um fornecedor de marcas próprias

Existe uma estrutura básica para ser um fornecedor, que consiste em ter uma base de custos bem definida, ser competente em desenvolvimento R&D (P&D), saber quais os regulatórios/ normas praticadas e exigidas, conhecer bem o público e o fluxo de vendas de cada um dos clientes.

Além disso é preciso ter um sistema de qualidade dos produtos bem definido, verificar toda a parte de produção industrial, estruturar a sua indústria para receber a quantidade nova de produtos e as adequações necessárias. E também ter um bom fluxo de caixa para o início da operação e um comercial exclusivo para a operação Private Label.

Quais conhecimento são necessário para um profissional comercial abordar o mercado de marcas próprias?

Conhecer o mercado de atuação é uma premissa básica. Mas, além disso, é preciso ter a estrutura operacional do trabalho como, por exemplo, as formulações, fichas técnicas e a estrutura de cada produtos e as embalagens que atendam ao cliente, as primárias e as secundárias.

Uma boa gestão do cronograma de cada processo também é fundamental, além da formulação de cada preço, incluindo tributos. O conhecimento de cada ponto de venda (PDV) do cliente ajuda muito no tipo de produto a oferecer.

Onde estão as oportunidades de negócios em marcas próprias?

Há oportunidades no varejo, nas indústrias, distribuidores, atacadistas, no food service, catering e em suplementos. 

Estratégias que não podem faltar para uma abordagem completa do setor

Palestra na Fipan, para equipe comercial da Nita Alimentos

Na foto – Treinamento ministrado na FIPAN para equipe Comercial da Nita Alimentos

Ter um material de vendas completo e específico, uma comunicação corporativa clara e própria e uma área comercial só para atender o Private Label, independente de outras atuações comerciais do negócio.

Também é preciso uma política comercial específica para atuação em Private Label e com objetivos comerciais próprios para esse tipo de operação.

Bem, como mencionei, esse material é um compilado muito sucinto da minha palestra e dos meus treinamentos sobre o mercado.

Portanto, se ficou com dúvidas ou se quiser saber mais, fique à vontade para perguntar. E gostaria de saber um pouco mais sobre a sua experiência com o Private Label, sobretudo, se tem alguma ideia para esse mercado, mas não consegue tirar do papel. Comente aqui!

Sobre a feira – A Private Label Latin America chega à sua 4ª edição para reafirmar sua posição como único evento B2B 100% dedicado ao setor de Marcas Próprias e Terceirização na América Latina. A feira acontece nos dias 9 e 10 de outubro no Centro Fecomercio de Eventos, em São Paulo

Abraços e até o próximo artigo!

Jean Pontara é sócio da J. Pontara Inteligência de Mercado, especialista em atender indústrias do Food Service e Private Label (Marcas Próprias) e embaixador da Fispal Food Service.

Com mais de 15 anos de mercado, foram mais de 70 projetos em empresas de todos os portes e setores do Private Label e do food service, para mais de 35 empresas de âmbito nacional e internacional.

Recommended Posts

Leave a Comment