Private Label Latin America abordou desafios de produzir a marca de terceiros

O público lotou as palestras da Private Label – única feira B2B de Marcas Próprias e Terceirização da América Latina, realizada nos dias 29 e 30 de agosto, no Transamerica Expo Center, em São Paulo. Em clima de otimismo em relação ao cenário do setor no Brasil, os maiores especialistas de MP se revezaram no palco do evento para falar sobre fidelização de consumidores, rentabilidade e competitividade do mercado, entre outros assuntos.

A Private Label ofereceu às empresas de diferentes segmentos a oportunidade de conhecer potenciais parceiros e de desenvolver negócios.Atualmente, o setor de Marcas Próprias passa por uma nova fase de evolução no Brasil. Pesquisas mostram que a Marca Própria já está em mais de 60% dos lares brasileiros e cada vez mais o consumidor busca por variedade de produtos MP.

Na palestra “Oportunidades e desafios de produzir a marca de terceiros”, Jean Pontara, CEO da J.Pontara, mostrou a visão da indústria que desenvolve e fornece o produto de marca própria para o varejo. “Método e procedimento são muito importantes para a indústria abordar o privatelabel”, explicou.

Segundo ele, para ser um fornecedor de MP é necessário possuir um conjunto de competências que abrangem áreas de pesquisa e desenvolvimento, regulatórios, estrutura e custos, fluxo de caixa, sistemas de qualidade, industrial e, o mais importante, um comercial voltado exclusivamente ao Private Label.

“Para negociar Marca Própria, o comercial precisa ser um grande gestor. Ele deve entender e conhecer muito bem o mercado em que atua, as formulações, a ficha técnica e a estrutura do produto”, esclarece Pontara. Além disso, esse comercial precisa conhecer o público que compra o produto de seu cliente, pensar a embalagem na gôndola e saber precificar, entre outras competências.

 

Recent Posts

Leave a Comment